Coração, a porta para o Santuário

Lembra-te… a porta de entrada para o santuário está dentro de ti.    Rumi

O santuário representa o lugar dos mistérios divinos. Dá-se a esse nome a um lugar preservado, intocável, e que encerra um tesouro precioso. Nele reside o nosso coração, um centro sagrado. Segundo Pascal, “os grandes pensamentos vêm do coração”. Berço do amor incondicional, ele deve ser cuidado e estimado. Transmitir-lhe sentimentos de serenidade é essencial para o nosso bem-estar físico e espiritual. Penetrar no santuário interno é uma forma de fortalecer e ligar-nos mais intimamente com a nossa Alma, a nossa verdadeira essência, e a sua porta de entrada é através do coração.

Para este exercício, aconselho a esmeralda, símbolo da esperança e cura. É um cristal que estimula o crescimento espiritual. Abre e fortalece o chacra cardíaco e tem um efeito calmante nas emoções. É considerada a grande especialista dos males do coração pois é um cristal de regeneração e recuperação. Incute força de caráter para ultrapassar os obstáculos da vida.

  • Deite-se e feche os olhos. Respire profundamente e relaxe.
  • Coloque uma mão no peito e respire para esse espaço com toda a consciência.
  • Pegue numa esmeralda e coloque-a no coração por alguns momentos. Sinta o seu batimento cardíaco. Deixe-se fundir com a energia purificadora da esmeralda.
  • Visualize um verde esmeralda a envolver todo o seu coração.
  • Respire profundamente, dizendo: – Eu respiro paz para o meu coração. A paz permanece no meu coração e irradia para o meu redor.
  • Repita mentalmente as vezes que achar necessárias.

Não reprimas, transforma e transmuta.