Descobrir o símbolo da Alma

Você não tem uma alma. Você é uma alma.           Clive Staples Lewis

A palavra símbolo advém do latim symbolus que significa sinal, marca. É uma figura que representa algo abstrato. Vivemos rodeados de símbolos: letras, números, imagens, palavras, pictogramas,…A vida seria inimaginável sem eles pois têm a capacidade de transmitir imensa informação para o nosso subconsciente. Há quem diga que os símbolos são a linguagem da Alma.

Já pensou em saber como é a sua Alma? Qual seria o símbolo que a representaria?

Através do estado meditativo entramos em contacto com a divindade, o Eu Superior. Quando estamos alinhados com a nossa parte divina, a vida flui com mais suavidade e tranquilidade. Na meditação entramos no templo do silêncio, ativamos a conexão com o Eu Superior, a centelha divina que existe em todos nós. Para intensificar este processo, necessitará de um quartzo rutilado. Este cristal tem no seu interior pequenos rútilos dourados que o tornam um forte condutor e gerador de energia. Possui todas as qualidades do rútilo, equilibradas e amplificadas pela energia do quartzo. É um poderoso calmante da mente que irá facilitar o acesso à Alma.

  • Deite-se numa posição confortável ou na postura de lótus.
  • Relaxe e faça algumas respirações profundas.
  • Com um cristal rutilado na mão não-dominante, visualize um feixe de luz quente e radiante a brilhar no interior do coração.
  • Sinta a  luz a expandir por todo o seu corpo até se transformar num imenso sol dourado.
  • Conecte-se com o seu Eu Superior, invocando a sua presença.
  • Depois, mentalmente, diga com convicção: ” – Eu desejo conhecer o símbolo da minha alma!”

Esteja atento às impressões que possam surgir. Tenha paciência pois pode não conseguir à primeira tentativa. O símbolo da alma pode manifestar-se de várias formas diferentes: pode ser uma cor, um objeto, um animal, uma mandala, uma forma geométrica, um número, uma flor ou até mesmo um cristal. Deixe fluir.