Cristais para a Criança Interior

O trabalho sobre a criança interior é o primeiro passo para encontrar o equilíbrio emocional tão necessário para sermos felizes. De forma a que consiga recuperar a sua energia mais pura e o amor pela vida, deve  reencontrar a sua criança interior e dar-lhe o que necessita receber: compreensão, carinho, abraço, segurança e incentivo. Trata-se de curar o passado pois é na criança interior que se encontra o nosso reservatório de memórias, todos os registos, programações e percepções. Quando sofremos ansiedade e temos medo são sinais de que a nossa criança interior foi abandonada e precisamos de a reconectar.

Se nossos pais foram críticos demais, a nossa criança interior é reprimida, desprovida de autoestima e autoconfiança. Se, ao contrário, foram excessivamente tolerantes e não nos impuseram limites, a criança que carregamos é mimada e não suporta qualquer tipo de frustração ou recusa. Uma forma de curar a criança interior é através da meditação. Para isso, seja uma mãe amorosa para si mesmo, e realize a seguinte meditação:

  • Acenda um incenso e/ou uma vela para criar um espaço sagrado.
  • Procure uma foto de quando era criança. Olhe-a com carinho e transmita-lhe amor.
  • Pegue numa lepidolite. Coloque-a no chacra cardíaco.
  • Faça respirações profundas e lentas. Relaxe.
  • Visualize uma luz rosa a expandir do seu coração até envolvê-lo completamente.
  • Chame os seus guias espirituais e peça-lhes para o conectarem com a sua Criança Interior.
  • Espere que a sua Criança Interior apareça. Esse processo pode demorar algum tempo. Esteja recetivo, sem expectativas.
  • Converse com a sua criança interior.
  • No fim abrace-a fortemente e agradeça a sua presença.
  • Faça atividades mais infantis: pintar e desenhar com lápis de cor, subir uma árvore, andar de bicicleta, nadar, brincar às escondidas,..